domingo, 25 de novembro de 2012

Cápitulo 1 - apaixonada pelo meu colega de quarto

Justin P.O.V -

Acordei com o barulho dos passaros cantando e o sol fraco da manhã batendo sobre meus olhos fazendo eles se fecharem por vontade própria . Olhei para o outro lado da cama e acariciei a fronha com a mão e inalei o perfume , era sim o perfume dela , meus filhos acham que eu deveria me mudar para esquecer a tão terrivel perda mas eu estou bem por que quando vejo ou sinto algo dela parece que ela esta ali ao meu lado sorrindo ou apenas assistindo televisão enquanto tricotava seu futuro cachecol . Ah como ela me fazia falta .. uma falta tão grande que chegava a corroer o meu coração .
Luana era a pessoa mais importante da minha vida ela era a minha amiga , a minha companheira a minha esposa . A sua morte foi algo tão duro para mim , mas me lembro como se fosse hoje nós eramos adolescentes e ela disse a mim que queria morrer de velhice e não com alguma doença eu até achei aquilo inutil por que para nós o tempo sempre estava a nosso favor e nós nem nos importavamos com o tempo , pelo menos , o desejo dela foi atentido e a minha querida Lua morreu com 87 anos e eu sinto que minha hora estava proxima eu com 88 anos sozinho pois meus filhos já haviam seguido seus rumos tendo que me cuidar com todos os problemas que um idoso pode enfrentar fica cada vez mais dificil querer viver .
Me levantei , com um pouco de dificuldade , e fui para o banheiro tomei um bom banho e fui para o closet coloquei uma blusa e uma calça e fui pegar um par de sapatos e quando me inclinei vi meu par de supras roxo , os meus favoritos quando jovem , ah como eu sentia saudade daquele tempo .. Das roupas descoladas , das festas , dos amigos , da minha mãe .. 
Desci e tomei um café rápido e fui assistir meu jogo na televisão , a campainha tocou e eu sai da minha poltrona favorita e fui até a porta . Quando abri os meus filhos Sophia e Erick sorriram e logo atras estavam suas pequenas filhas , minhas netinhas , Mel de 10 anos e  Laila de 11 anos . 

Sophia e erick : oi pai -disseram me abraçando- como vai o senhor ?
eu : Olá meus queridos , eu estou bem -sorri frouxo-
sophia : ei melanie e laila venham aqui falar com seu avô ! -disse ela gritando com as pequenas criaturas que estavam pulando no meu sofá feito loucas-
As duas vinheram correndo até mim e me abraçaram retribui o abraço e falei
Eu : ola fofinhas 
Mel e laila : Oi vô
Eu : pronto , pronto deixem esse chato aqui e podem ir  -disse- 
As duas sairam correndo subindo escada acima  e eu e meus filhos nos sentamos para ter a nossa conversa familiar entre pai e filhos . 
Sophia : iai pai , esta tudo bem com o senhor ?
eu : sim minha filha
Sophia : Mas e aquela dor na coluna que você vivia reclamando ?
eu : não , não .. esta tudo bem , só da umas pontadas mais nada que vocês tenham que se preocupar -disse-
Erick : e como vai .... como vai a saudade ?
Sophia olhou torto para Erick que apenas me olhava com um olhar atencioso e preocupado
sorri e abaixei a cabeça
Sophia : pai ..
Eu : a saudade a cada dia aumenta .. mas .. sei que ela esta aqui comigo -sorri-
sophia : sim .. ela sempre estara com você pai -sophi disse com os olhos marejados- também sinto falta dela -ela disse abaixando a cabeça- 
Erick : sinto falta das nossas conversas -ele disse também com os olhos marejados-
Eu : meus queridos -sorri- ela sempre estara conosco , e sempre que você sentir falta dela 
eu , erick e sophia : a noite olhe para o céu e ao ver as estrelas imagine seus olhos cintilantes e o breu do céu imagine seus lindos cabelos -sorrimos e demos um abraço em familia-
Ela tinha dito isso para nós quando estava já no hospital , nós nunca nos esquecemos daquilo , mesmo que tenha sido a dois meses atrás parece que foi a mais de 5 anos . Escutamos as meninas vindo pela escada 

Mel e laila : ei ei vô ! 
Eu : oque foi minhas queridas ?
Laila : oque é isso ? -ela disse mostrando um caderno velho com uma capa marrom e letras cintilantes - -sorri-
Eu : -deixei escapar uma lagrima- andaram mexendo nas minhas coisas não foi mocinhas ? -sorri e elas se esconderam com vergonha- tudo bem , não tem problema 
Sophia : Oque é isso pai ? -ela perguntou confusa-
Eu : -sorri largo- é o diario da sua mãe -olhei para mel e laila-  é o diario da sua avó -voltei a olhar a capa que tinha escrito dreams of dreams- ela começou a escrever com 14 anos e nós nem nos conheciamos e só parou quando não tinha mais forças para escrever
Erick : pai , você ainda guarda isso ? só vai piorar a sua situação
Sophia : lembro quando ela me pediu ajuda para escrever sobre meu aniversario de 7 anos , foi o meu melhor aniversario -sorriu fraco-
Eu : eu adoraria ler pra vocês -disse animado-
Sophia e Erick se olharam e abaixaram a cabeça 
Sophia : pai desculpa mas agente vai ter que ressolver umas coisas 
Erick : mas elas podem ficar aqui -disse sorrindo-
Eu : otimo -disse feliz- ei meninas vocês querem ver os segredinhos da sua avó ? -disse rindo-
Mel e laila : sim sim sim 

Erick e sofia sairam e eu fiz chocolates quente com marshmallow , as duas se sentaram no chão e eu me ageitei na poltrona , peguei o diario e abri já na parte proxima a mim , quando ela tinha 16 anos .. por que suas bobagens de primeiro beijo não era oque eu queria contar para as minhas netinhas e sim a nossa historia 

Eu : Vamos lá -sorri-


Continua ....


Meninas eu queria 1 comentario de inicio ok ?


3 comentários:

  1. Que lindoooo, serio msm tá perfeito.
    Continua logo ok? :3 vejo que essa história vai ser linda :3

    ResponderExcluir