domingo, 2 de dezembro de 2012

Capítulo 15 - the best



Eu sentia minha respiração meio ofegante pela proximidade dele, Justin me encarava com um olhar divertido e  intenso ....Droga o que eu faço?
Sorrindo Justin afrouxa o seu abraço em volta da minha cintura corando com o modo que ele me olha eu ergo meu olhar pra ele.
Eu : Como me encontrou? - perguntei um pouco auto por causa musica.
Justin : Destino talvez. - ele responde enigmático depois completa sorrindo. - O dono desse lugar é um conhecido da minha família ele me convidou então eu vim já que no Rosewood não tem nada pra fazer em pleno sábado.- disse chegando perto de mim estávamos a uma distancia de centímetros no meio da pista onde tinha varias pessoas dançando em tempo de alguém se esbarrar em nós e rolar um beijo .
Eu não conseguia tirar os olhos dele o mesmo acontecia com Justin ele me fitava com intensidade e divertimento, ter o privilegio de olhar fundo naqueles olhos cor de mel sem medo dele gritar comigo ou me machucar me deixava calma .. desarmada .. era como se nada fizesse sentido a musica alta pra mim já não existia mas tudo parecia estar em câmera lenta até o momento em que ele se curvou sobre mim eu prendi a respiração quando senti ele sussurrar no meu ouvido seu hálito fresco e quente fez minha pele se arrepiar juro que pensei que ele ia me beijar .
Justin : Que tal sairmos daqui ta muito escuro e barulhento, além do mais eu quero ver você com mais clareza Luana.- ele disse meu nome de um jeito lento e sexy eu não pude recusar .. mas quem iria recusar ? .
Concordando com a cabeça ele passou sua mão na minha cintura e me guiou no meio da multidão de pessoas que dançavam bêbadas praticamente 
(imaginem um local diferente com pessoas  dançando diferente >.< )
image
 subindo uma escada Justin não tirava a mão da minha cintura era de um modo bem possessivo olhando pra ele Justin olhava pra frente meio serio mais um sorriso de canto cintilava em seu rosto.
Passamos por dois seguranças e Entramos numa sala que era a área vip do local era bem grande a musica La fora agora estava abafada pelos vidros pretos, o lugar era um espécie de bar tinha algumas pessoas no local num canto tinha umas almofadas onde duas mulheres se beijavam .. nossa , e eu olhei meio assustada e justin percebeu .
Justin : Ignore elas.- ele disse me tirando de meus devaneios, corando eu concordei.
Eu : Então aqui é a área vip da boate? Sempre quis saber como era uma.- disse tentando parecer normal dando uma olhada no local uma desculpa pra fugir do olhar dele , mas esse assunto não foi muito bom mas também eu não perguntaria ''vc vem sempre aqui ?'' seria com certeza uma cantada fail  .
Justin : É sim não tem nada de mais aqui a única diferença é que os casais podem ter mais privacidade. - ele disse sedutor.- Bom vamos sentar? - ele perguntou me guiando pra um sofá grande de couro preto.
Me sentando eu ajeite minha roupa .. cara eu tava muito nervosa e o pior que Justin não parava de me olhar.
Justin : Quer alguma coisa pra beber Luana ? - ele perguntou cavalheiro ta ai uma coisa que eu não sabia que existia nesse menino.
Eu : Batida sem álcool pode ser? - disse nervosa ficar bêbada era o que eu manos queria agora e parece que o efeito bêbada de cinco minutos atras tinha passado rápido .
Concordando ele vai ate o barzinho que tinha aqui, depois de uns cinco minutos ele volta com minha batida e um copo de alguma bebida que era dele.
Dando uma golada na batida que por sinal tava muito boa eu olho para o Justin esperando ele iniciar um assunto.
Justin : Então naquele dia em que eu e você nos esbarramos você disse que era a nova funcionaria mais na verdade você estava cobrindo outra funcionaria por que mentiu?- ele me perguntou me olhando avaliador. Pêra ai ... eu tava o que?
Eu : Eu estava? - perguntei sem me tocar.
Justin : Sim o Miles disse que vocês dois são amigos e primos de segundo grau e me explicou o seu sumiço, ele me disse que você estava apenas cobrindo uma funcionaria não se lembra?- ele perguntou me olhando desconfiado.
Miles ! Seu maldito viado o xinguei mentalmente.
Eu : Ahh sim me desculpa eu estava sim cobrindo ela .. a funcionaria. - disse pegando a mentira do Igor gazela ambulante e tentando fazer parecer verdade .
Justin : Então por que disse que era a Nova funcionaria?- ele voltou a perguntar agora fudeu, vou ter que driblar uma mentira bonita aqui.
Sorrindo amarelo eu olho pra ele que esperava a resposta paciente, droga o que eu falo?
Eu : Bom eu tava meio nervosa Sabe. -  disse ganhando tempo eu tava pra começar a rir ali maldita mania de nervosismo. - E- Eu tava com o serviço meio atrasado e quando esbarrei em você fiquei nervosa e disse as primeiras coisas que me vinha na cabeça me desculpe.- disse vermelha de nervosismo, vergonha, culpa tudo por estar mentindo e um turbilhão de coisas se passava em mim agora.
Justin : Então ... mas seu nome é Luana não é?- ele perguntou brincalhão parece que acreditou.
image
Eu : Claro que meu nome é Luana .- disse e ri.
Justin : é uma pena você não trabalhar lá.- ele disse bebericando sua bebida, o olhando confusa eu perguntei.
Eu : Por que?
Justin :  gostaria de te ver mais vezes.- ele respondeu dando de ombros, porem sua resposta me deixou sem jeito ele queria me ver mais vezes? - Por que não estuda no Rosewood ? minha mãe é diretora eu poderia falar com ela assim poderíamos ser amigos.__ ele disse com os olhos brilhando mais a idéia me fez ficar nervosa cê ta louco meu filho?
Eu : Não! - eu disse de repente fazendo ele me olhar confuso e triste.
Justin : Por que não ?
O Deus o que eu ia falar agora?
Eu : Por que .. por que eu já to na faculdade! - disse a primeira coisa que veio em minha mente.
Justin : Sério nem parece. - ele disse desconfiado. - Você parece ter a minha idade 16 
Eu : As aparências enganam meu caro. - disse me sentindo mal por mais uma mentira.
Justin : Tem razão, bom desculpa a pergunta então você tem quantos anos? - ele perguntou me encarando.
Eu : Tenho dezenove.- respondi rápido.
Justin : Uau então você é mais velha do que eu.- ele disse incomodado.
Eu : Você não gosta? - perguntei curiosa.
Justin : Acho que a pergunta aqui é .. você gosta de cara mais novo? - ele perguntou parecendo esperançoso.
Eu : Depende .. do que adianta ser mais velho se não tem maturidade ? acho que a idade é só uma especificação na vida de uma pessoa um valor de tempo que ela esta vivendo e aprendendo acho que o que vale mesmo é o caráter e a maturidade. - disse sincera.
Justin : Então você não liga pra cara mais novo? - ele perguntou chegando perto de mim mordendo os lábios 
 poxa Justin você já é lindo mordendo os lábios .. assim preciso dizer que você fica incrivelmente gostoso e sexy? Pensei parada vendo ele chegar mais perto eu não conseguia me afastar droga de efeito vendo ele a centímetros de mim eu sentia sua respiração.
Justin : Eu quero te beijar. - ele sussurrou um pouco perto dos meus lábios me olhando intensamente eu não podia negar .
Eu : Então vá faça.- disse ofegante pela proximidade entre nossos lábios .. eu estava completamente louca e não queria dizer não , eu sabia que se me fizesse de difícil ou dissesse não iria me arrepender .. quando ele ia me beijar de uma vez.
** : Justin! - merda Mikayla estava parada olhando eu e Justin com as mãos na cintura olhando feio pra mim Justin tinha a cara zangada. -Quem é essa vadia ?!.
Opa vadia não!
Eu : Escuta aqui o projeto de Barbie plastificada fala qualquer coisa de mim mais não me chama de vadia não. - disse me levantando Justin também se levantou e se pós entre nos duas.
Justin : Mikayla você não tem direito nenhum em intervir assim na minha vida nós não temos nada eu já deixei isso bem claro.- ele falou grosso.
Mikayla : Então foi por isso que terminou comigo ?  por causa dessa faxineira de quinta !- a mais essa loira ta pedindo por uns bons tapas.
Eu : Eu não vou ficar aqui ouvindo desaforo de patricinha tchau Justin agente se vê por ai. - disse saindo dali o mais depressa que pude.
Ainda ouvi ele chamando pelo meu nome mais não dei bola eu quero ir pro colégio e esquecer que essa noite existiu,cara eu ia beijar Justin Bieber o garoto que odeia o Lucas que por ironia sou eu droga Luana! mas também não podia negar eu queria muito beija-lo mas agora já era .
Já na pista de dança eu fui caminhando a procura das meninas eu senti alguém puxar meu cabelo.
** : O Justin é meu fique você sabendo! - a loira oxigenada puxou meu cabelo eu me virei e encarei ela de um jeito mortal e empurrei ela que caiu no chão
todo mundo parou pra olhar ... a musica alta tinha acabado só restava eu e a vaca me encarando.
Mikayla : Meu vestido da Chanel sua vadia! - ela gritou vindo pra cima de mim.
Eu :  Ah não vadia não!
Eu sinto a loira grudando no meu cabelo a cachorra nem sabe bater ... eu tirei as mãos dela do meu cabelo e dei um soco nela que caiu no chão eu podia ouvir todo mundo gritando, mais a covardia era tanta que as amiginhas dela me seguraram pra ela me bater a vaca loira levantou e deu um tapa que doeu e muito.
** : AH não ninguém bate assim na nossa amiga! - gritou Miles vindo com a Ju e a Jazzy do lado dele. - É! Briga! - ele gritou e em seguida foi um inferno Ju grudou na Anne e Jazzy numa morena e todo mundo começou a brigar quando eu digo todo mundo é por que foi todo mundo.
A Mikayla vagaba tentou me bater mais eu fui mais rápida naquela bagunça eu puxei o aplique dela que me deu um soco na barriga vadia! Eu derrubei ela no chão e comecei a bater nela com força era só tapa por que se fosse murro eu já teria desmaiado ela.
Mikayla : AH me solta! - ela gritava, todo mundo gritava, todo mundo da boate brigava tava uma verdadeira bagunça.
Quando eu ia socar a cara da vadia eu senti alguém puxar minha cintura tentei me soltar mais era mais forte, e foi me levando eu gritei ate que fui prensada na parede já do lado de fora da boate
Justin : Fica quieta.- disse Justin me prensando ele tava vermelho e suado.
Eu : Você ta louco de me tirar assim de uma briga ? eu ia acabar com ela. - disse brava e bufando Justin começou a rir em ato de birra eu virei o rosto e cruzei os braços.
Justin : Desculpa mais você fica incrivelmente linda brava, e sexy brigando - ele falou de forma sexy e lenta colocando a mão dele no meu queixo fazendo-me olhar pra ele eu já estava desarmada só com o olhar dele imagina com aquelas palavras? - Parece uma leoa se defendendo.- disse perto de mim.
Eu : Me defendendo das hienas você que dizer. -  disse olhando pra sua boca incrivelmente tentadora, soltando um risinho ele concorda com a cabeça chegando bem pertinho ... me beija! Justin me beija! Gritava meu sub cociente por um beijo dele.
Justin : Merda! -  ele falou ao ouvir o barulho da policia ... saindo do transe eu olho assustada pra ele.
Eu : Justin é a policia ! o que vamos fazer?- perguntei já temendo ser presa.
Justin : Vem comigo! - ele disse me puxando pela mão.
Nós dois começamos a correr eu tava de salto então parei no meio do caminho soltando a mão dele que me olhou confuso mais riu ao me ver tirando os saltos.
Justin : Boa idéia. - ele disse pegando na minha mão de volta e voltamos a correr, eu não podia negar aquilo era incrivel fugir de uma confusão.
Corremos por uns dez minutos não agüentando mais nós paramos ofegantes eu tava suada, cansada e com o cabelo todo bagunçado, Justin estava do meu lado respirando normalmente a claro ele joga basquete corre o tempo todo por que ele ia se cansar assim tão rápido?
Justin : Tudo bem ? - Ele perguntou enlaçando nossas mãos.
Sorrindo com o ato eu ia falar mais começou a chover na hora, parados e atônitos eu e Justin nos olhamos e começamos a rir hoje tava que tava viu.
Justin : Vem acho melhor acharmos um abrigo pra gente ate a chuva passar.- ele disse me puxando nos dois estávamos ensopados.
Eu reparei em como esse Justin é diferente do outro Justin da escola, era mais carinhoso sedutor resumindo perfeito ate molhado pela chuva, parando no meio do caminho Justin se virou pra mim me olhando confuso.
Justin : O que foi Luana?
Eu : Eu não agüento mais!- gritei pra ele no meio da rua na chuva forte eu precisava disso.
Justin : O que? - voltou a perguntar.
Eu : Isso.- disse o beijando com fervor.

Ainda surpreso Justin passou suas mãos na minha cintura e me puxou mais pra ele nossos lábios se moldavam de uma forma tão perfeita, pedindo passagem pra nossas línguas e se encostaram eu pude sentir um choque percorrer minha espinha, enfiando meu dedos nos cabelos molhados e macios dele eu mordi de leve a boca dele e voltei a beijá-lo Justin tinha uma mão na minha nuca a outra na cintura, ofegantes pelo beijo nos separamos eu sentia a chuva caindo sobre nossas cabeças essa era a sensação mais perfeita do mundo, abrindo os olhos Justin me olhava com intensidade ele me deu um selinho e encostou sua testa na minha e sorrimos .
Eu não podia negar eu estava “apaixonada pelo meu colega de quarto”!
.... continua....


Gentee eu achei que esse foi o melhor capítulo <3 .. quando li ele me apaixonei haha'' , então espero que vcs achem isso também e comentem !!
Comentem ! <3

2 comentários: