terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Capítulo 17



Justin : Luana da onde você conhece o Leonardo ?
Droga ele tinha que perguntar isso?
[...]
Estávamos sentados um em frente ao outro no meio da quadra 
Justin ainda me olhava esperando minha resposta, droga o que eu falo ?.
Eu : Que tal limparmos esse machucado ? - sugeri pra ele nervosa.
Justin : Você vai me contar? - ele perguntou meio desconfiado.
Eu : Sim ... mas só se você deixar eu limpar isso ai.- respondi sincera.
Jstin : Ok você limpa ai e me conta. - ele disse me olhando.
Eu : Eu não sei onde tem as coisas de primeiro socorros. - disse meio obvio.
Justin : Ah sim vem comigo. - ele disse puxando minha mão.
Caminhamos ate o vestiário, Justin largou minha mão e pegou uma caixa vermelha com um simbolo de primeiros socorros branco e me entregou, pegando ela eu o fiz se sentar mais do jeito que tava, limpar o machucado dele tava difícil.
Justin : Faz assim .... licença. - ele me pegou pelo joelho dobrando ele e me fazendo sentar no colo dele de frente, foi impossível não corar com isso eu tava no colo dele e de frente pra ele caramba. - Não é melhor assim? - ele perguntou malicioso.
Eu : Bom ... é melhor. - disse corando.
Pegando um esparadrapo e molhando num liquido eu comecei a limpar.
Justin : Ai! - ele reclamou apertando minha cintura.
Eu : Se não tivesse se mexido não teria doido. - briguei com ele.
Justin :Se não tivesse enfiado isso na minha cara não teria doido.- ele rebateu sorrindo.
Eu : Bom se você não tivesse brigado isso não estaria acontecendo, Sr. Bieber. - disse brava com ele.
Justin : Eu não tenho culpa se sou rodeado por idiotas, alem do mais eu não deixo ninguém bater em uma cara do meu time. - ele respondeu me olhando.
Sorrindo com a lembrança de ele me ajudou ... bom ajudou foi o Lucas mais da na mesma.
Eu : Foi bonito o que fez pelo Lucas. - disse limpando acima da sua sobrancelha.
Justin : Você conhece ele? - ele perguntou me olhando acusador, o Luana aprende a segurar essa língua.
Eu :Bo- Bom sim ele é amigo do Miles e é meu amigo também. - respondi rápida gaguejando um pouco.
Justin : Hum. E desde quando você conhece o Igor e o Lucas? -  o que é isso ? um interrogatório?
Eu : Desde de sempre eu acho. - respondi sincera em partes. - Alem do mais pra que tanto interesse? - perguntei agora fazendo um curativo no canto da boca dele.
Justin : Será que não posso saber da vida da minha namorada? - ele disse brincalhão, eu estanquei no lugar olhando pra ele.
Justin : O que foi? - ele perguntou.
Eu : Na- Namorada? - perguntei baixinho.
Justin : Sim minha namorada. - ele respondeu no mesmo tom baixinho sorrindo e abraçando minha cintura, Justin puxou minha nuca e me beijou dando uma mordida leve no meu lábio inferior arfando eu passei meus braços em volta do pescoço dele e o puxei pra mim.
Nossas línguas estavam em um ritmo perfeito caramba como era bom beijá-lo era como se meu lugar fosso ali nos braços dele, soltando um gemido baixo ao sentir as mãos dele de baixo da minha blusa eu colei mais nossas bocas Justin apertou minha cintura e me puxou mais pra ele apertando meu corpo no dele .
Separando nossas bocas ofegantes Justin passou a beijar meu pescoço, Deus eu ia ter um enfarte de tão bom que era aquilo tirando os lábios dele do meu pescoço eu recebi um olhar de indignação sorrindo eu levantei do colo dele e tirei minha blusa.
Eu estava sem sutiã, era a primeira vez que fazia aquilo mais que se dane, Justin sorriu se levantou e tirou a blusa dele jogando ela em qualquer lugar e me puxou pra ele .
Justin : Você é virgem? - ele perguntou me olhando.
Eu : Sim. - respondi envergonhada - Desculpa Justin. - disse me sentindo idiota eu tava quase chorando.
Justin : Quem tem que te pedir desculpas sou eu . - ele disse me dando minha blusa, ele tava nervoso?
Eu : Por que? - disse colocando minha blusa de volta vermelha de vergonha e me sentindo sei lá meio humilhada será que ele não gosta de meninas virgens ? Engolindo em seco eu olhei pra ele. - Você é do tipo que não gosta de garotas virgens é isso? - perguntei reprimindo o Choro que queria vir.
Justin : Não eu sou do tipo que respeita isso numa garota. - ele respondeu me olhando serio.
Eu : Não entendo. - disse seria e confusa.
Justin : Eu...Toda garota que eu sai  ... já ... hum você sabe. - ele falou nervoso. - Elas eram todas... Bom não eram virgens assim como você. - ele falou me analisando, olhando feio pra ele.
Eu : Ah então você é do tipo que só sai com garotas experientes ? me desculpe por não ser. - disse brava .
Justin : Não Lara! Não foi isso que eu quis dizer. - ele respondeu chegando perto de mim. - Eu quis dizer que... Que não saberia lidar com isso, eu posso ter sido o tipo de cara pegador e que não liga pro sentimentos das garotas mais. - ele me abraçou e encostou sua testa na minha. - Com você eu sinto que posso ser diferente, sei que pra uma garota sua primeira vez é especial e eu quero que a sua também seja. - ele terminou me olhando com aqueles olhos lindos.
Eu : Eu não ligaria se  perdesse minha virgindade aqui -olhei para o vestiário pelo canto dos olhos- sabe parece o tipo de lugar bem legal. - disse corando.
Justin : você é absurda. - ele disse me beijando. - Eu não posso fazer isso com você aqui no vestiário masculino.
Eu : Você sabe que isso é meio ... né? - perguntei dando um selinho nele.
Justin : Que se dane a prioridade aqui é você, é eu que não quero que seja assim, caramba você ta na faculdade nunca pensei nisso. - ele disse rindo, eu odiava mentir assim pra ele mais era preciso.
Eu : Bom eu sou uma pessoa que gosta de se honrar algum problema nisso? - perguntei brincalhona.
Justin : Não nenhum.- ele disse saindo dos meus braços e pegando a blusa dele.- Você não me disse da onde conhece o Leonardo ? - ótimo agora ele tava serio.
Eu : Eu acho que não seja uma boa ideia de falar nisso agor...
Justin : Você prometeu Luana e chega de enrolar . - ele disse se sentando e me puxando junto. - Eu to esperando. - disse apertando minha cintura de lado 
Respirando fundo eu abaixei a cabeça o passado era uma coisa que eu odiava lembrar afinal era o passado né ? e oque eu mais escuto hoje em dia é siga em frente e não olhe pra trás .. mas parece que o justin não é muito dessas coisas.
Eu : O Leonardo e eu éramos namorados. - disse agora olhando o rosto do Justin que se contorceu de raiva.
Justin :  A quanto tempo?. - ele perguntou entre dentes.
Eu : Bom eu é ele fomos namorados a um ano atrás nos éramos vizinhos os pais dele são amigos da minha mãe, minha mãe gostava muito doele e os pais dele de mim então num jantar eles nos apresentaram, Leo e eu ficamos amigos e a partir daí viramos namorados. - disse respirando fundo e continuei. - Eu não gostava dele, só o namorava por que minha mãe o aprovava eu era inocente Justin só que teve uma época que minha mãe viajou e ele foi lá em casa quando eu estava sozinha.
Justin : O que foi que aquele merda fez? - Justin respondeu ficando vermelho de raiva.
Eu : Calma, bom ele foi lá em casa a principio eu e ele ficamos conversando mais ele começou a avançar o sinal então o mandei embora mais ele não quis e disse que eu era namorada dele e que devíamos avançar nosso namoro, eu continuei negando mais ele me pegou a força e me bateu. - sentindo Justin me abraçar eu encostei minha cabeça no ombro dele e continuei.- No outro dia eu tava machucada e chorando muito então eu liguei pra minha melhor amiga ela ficou zangada e ligou pra policia, a policia foi baixar na casa dele em seguida na minha vendo meu estado eles comprovaram a agressão e o prenderam.
Justin : Se você quiser .. pode parar de falar . - ele sugeriu beijando minha cabeça.
Eu : Não eu quero terminar. Os pais dele ficaram uma fera e alegaram que o filho deles não seria capaz de fazer isso mais não adiantou então os pais dele me odiaram por isso minha mãe soube e brigou com os pais dele o problema foi caso na justiça, o Leo não foi mais pra prisão mais ele tem o mandato de ficar mais de trinta metros de distancia de mim por que ele me mandava ameaças mais eu fiquei tranqüila em saber que ele era de um colégio interno assim eu teria paz, mais eu sinto que ela vai acabar agora que ele me encontrou de novo. - disse chorando no ombro dele que me abraçava forte.
Justin : Aquele filho da P*** . Nunca mais vai encostar um dedo em você eu prometo princesa. - dizendo isso ele me beija selando sua promessa.
......continua.....

3 comentários:

  1. Ain que foficho o jujuba.muito lindo esse cap,continua lindia

    ResponderExcluir
  2. leitora nova.... estou amando, pode continuar.... mais quando vc continua o outro "a menina da camera" ??......bjs

    ResponderExcluir