quarta-feira, 3 de julho de 2013

The Future Capítulo 2 - Onde tudo começa


Morar aqui ? acho que minha mãe esta se precipitando , é a dona Julian enlouqueceu de vez , aposto que ela nem conhece direito esse homem . 
Eu : Como assim morar aqui ?! enlouqueceu foi ?!!!
Mãe : Eu e Mark conversamos e resolvemos que ele deveria ficar aqui em casa oque há demais nisso Lola ?
Eu : Aposto que você nem conhece esse homem direito e já ta botando ele aqui dentro de casa !
Mãe : Filha , por favor .. 
Eu : parece até que já esqueceu o papai -disse baixo-
Mãe : você sabe que eu ainda amo o seu pai mas a vida continua , você deveria saber disso
Eu : Se você ainda amasse o meu pai você não ficaria com esse tal de Mark
Mãe : Bom já dei meu recado
Eu : ..... E ele vem quando ? -olhei com raiva-
Mãe : já estou indo buscar algumas coisas hoje de noite e ele virá amanhã A tarde 
Fanfic / Fanfiction de Demi Lovato - The future - Capítulo 2 - Onde tudo começa
Subi totalmente enfurecida mas eu tentava botar na minha cabeça que isso seria bom para a nossa família e principalmente para a minha mãe . Me deitei e cai no sono , tive  um sonho meio doido nele eu estava em uma casa estranha e todos ficavam olhando pra mim e apontando sem dizer nada aquilo me assustou mais do que tudo . Me sentei na cama e passei a mão no meu rosto , estava completamente suada , olhei o relógio e já era 6 da tarde tomei um banho pra despertar e tirar aquele suor do meu corpo . 
Desci para a cozinha e minha mãe não estava em casa , peguei a primeira coisa que vi pra comer e fui para o meu quarto para começar meu dever de casa .
Me diz pra que tantos números ? essa era a pergunta que eu fazia pra mim mesma ao ver a folha do meu caderno cheia de cálculos e resultados mas até que enfim eu tinha terminado o dever . Entrei no computador e fiquei conversando com a Maddie sobre o meu novo padrasto até que escuto um barulho na porta .
Eu : pode entrar
Mãe : fez o dever ?
Eu : sim mãe
Mãe : desça que eu quero falar com você 
Eu : ok já estou indo
Desci as escadas a procura da minha mãe e dou de cara com um homem que aparentava ter 42 anos , cabelos pretos , barba e ainda usava um terno meio acinzentado talvez por ter acabado de sair do trabalho  ou apenas para tentar impressionar oque foi um ato sem resultado. 
Mãe : Filha quero que conheça o Mark 
Eu : Olá Mark
Mark : Olá lola , sua mãe fala muito bem de você -ele me olhou dos pés a cabeça-
Ok , aquilo aparentou ser estranho . Ele me olhava como se eu fosse um pedaço de carne pronto para ser devorado . Pra mim ele era um tremendo estranho . A unica coisa que vinha na minha cabeça é : Quero meu pai de volta
Mãe : Bom nós vamos sair para jantar tudo bem Lol ?
Pois é , alguns .. somente os íntimos .. me chamam de Lol na verdade esse apelido quem me deu foi a Avril a minha prima mais velha do texas mas aos poucos todos inclusive minha mãe pegaram esse apelido .
Eu : Ok , sem problema
Mãe : tem tudo na geladeira , qualquer coisa é só me ligar 
E os dois foram saindo de mãos dadas , aquilo estava sendo tão estranho pra mim , minha vida estava de cabeça pra baixo com a chegada desse Mark , desse tal desconhecido . 
Subi para o meu quarto e nem pensei em comer já fui pronta para dormir , não queria ter que novamente participar daquele momento padrasto e enteada . 
Adormeci e fui acordada pela minha mãe que me gritava e chamava pelo meu nome .
Eu : já acordei mãe , já acordei
Mãe : Ande logo se não vai se atrasar 
Eu : tudo bem 
Me levantei relutante e com medo desse tal Mark estar lá embaixo , mas quando desci dei um leve suspiro ao ver a minha querida mãe sentada com os óculos , o jornal e o pão ao lado .
Eu : Oque tem pra hoje ?
Mãe : Hoje não deu pra fazer nada mas eu trouxe de ontem uma torta se você quiser esta na geladeira
Eu : -bati o pé com raiva e sai -
Eu sei isso pareceu meio infantil demais , mas o problema é que nunca minha mãe deixou de cozinhar por nada aposto que aqueles dois chegaram tarde ontem e ela ainda me vem com essa historia de Tem torta na geladeira , bom , pelo menos eu estou feliz de ter que ir pra escola . O ônibus parou e eu subi , nem pensei em dar bom dia pra aquele idiota do motorista já chega de gente chata por hoje . Vi maddie e resolvi me sentar do lado dela .
Maddie : E então como esta o novo papai ?
Eu : Novo papai uma merda , se eu pudesse eu matava esse cara 
Maddie : Ave oque é isso ?!
Eu : NÃO que ele tenha feito nada comigo mas ele ta mudando muita coisa na nossa família
Maddie : Você quer dizer família sua mãe não é ?
Eu : Ela tem deixado de fazer o café da manhã , sai toda noite e não para de falar dele .. isso já ta me deixando estressada
Maddie : Voce já parou pra pensar que talvez você esteja querendo sua mãe só pra você ? 
Eu : Claro que não é que .. 
Maddie : Tá vendo Lola ! .. deixa sua mãe ser feliz menina !
As vezes a Maddie me da uns conselhos  que chega me espantam por estar saindo da boca de uma menina de 14 anos , talvez ela esteja certa , talvez ele seja um cara legal mas eu continuo achando essa ideia maluca. Nós descemos do ônibus e nos despedimos como sempre , já estava arrumando as coisas no meu armário e na minha mochila quando alguém fecha o meu armário me dando um susto .
** : Oi Lol
Eu : Zac ! quase me matou de susto idiota!
Zac : -me abraça- eu sei que você me ama 
Eu : ai ai vou falar com a tiazinha lá da praça que você ta traindo ela viu -me lembrei do verão passado , oque fez agente rir- 
Zac é o tipo de garoto que qualquer garota gostaria de namorar , nós somos amigos desde o ano passado mas é como se agente fosse amigos de infância eu tenho várias fotos no meu quarto em que estamos juntos  mas a que eu mais gosto sempre fica na capa do meu celular . Ele tinha a festa de uma prima e não estava nem um pouco afim de ir mas como ele era obrigado a ir me chamou para acompanha-lo , essa foto foi tirada no estacionamento , me lembro com tantos detalhes que poderia refazer a cena ali mesmo .
 Ele é alguns meses mais velho que eu mas isso não vem ao caso , muitos diziam que ele se aproximou de mim por aposta já que ele um menino lindo , capitão de basquete e desejado por todas nunca andaria com uma garota tipo eu , não que eu seja nerd ! mas alguns dizem que eu sou lerda de mais as vezes até me chamam de tartaruga  a verdade é que eu sou meio reservada e gosto de andar apenas com o meu grupo de amigos . 
Eu : Por que não veio ontem ?
Zac : Eu tenho uma teoria de que só os babacas vem para o primeiro dia de aula -ele olhou pra mim e como eu sou meio lerda pra entender ...-
Eu : Pera .. mas .. eu vim ontem ? né ?! então ta me chamando de babaca ?!!! -olhei pra ele chocada-
Zac : tirando você é claro -nós rimos-
Eu : Ai como eu senti sua falta seu babaca -abracei ele-
Zac : Também Lol .. e então oque se passa nessa cabeça ai ? 
Eu : Não da pra te esconder nada né ?
Zac : -sorri-
Eu : Minha mãe arranjou um cara ai , e ele vai morar lá em casa
Zac : Morar ?
Eu : pois é .. ele vai pra lá hoje de tarde 
O sinal tocou e eu tive que ir para a aula , me encontrei com a carol e a rachel e a mesma conversa se repetia Mark , Mark , Mark . Na aula de musica eu teria que compor uma musica com a Marie para ser apresentada semana que vem então eu ia na casa dela amanhã para trabalharmos a musica . O intervalo passava bem devagar .. devagar demais  , a carol e a rachel preferiram pegar um lanche la fora e eu fiquei sozinha esperando elas no patio , mas ai o Zac chegou .
Zac : Sozinha ? -sorri-
Eu : as meninas foram comprar alguma coisa pra comer e eu to esperando elas aqui 
Zac : Quem é doido de querer comer o bolo de carne daqui ?!!
Eu : Se bem que hoje é batata frita não é ?
Zac : sei lá -nós rimos e ele me abraçou por trás -
** : sabe .. desse jeito que vocês tão ai pensam que são um casal 
** : pois é daria uma bela foto

relationship blog ♥
Eu :  não tem mesmo oque fazer não é ? -eu ri-
Carol : Minha querida fatos são fatos , fazer oque ?! -ela riu-
Rachel : Qualquer um acha que rola alguma coisa ai -e ela apontou pra nós-
Eu : -levantei a cabeça e olhei para Zac , nós sorrimos-
** : Zaaaaaaaac oiii
Zac : Hum .. oi Blair 
Blair com certeza é a garota mais popular da escola , ela tem o corpo perfeito , um sorriso lindo , os olhos parecem o oceano atlântico e por fim a capitã das abelhas . Apesar de ser a mais bonita ela é a mais rodada , como eu posso dizer ? ela já pegou todos .. quer dizer menos o zac que nem da bola pra ela e o mais incrível é que normalmente nesses filminhos de colegial sempre a capitã da torcida fica com o capitão do time mas dessa vez não , e isso é mais uma prova que essas ''diferenças'' sociais não existem mas como meu colégio é da idade da pedra eles ainda não descobriram isso . Naquela hora que ela viu como eu e Zac estávamos ela me fuzilou com os olhos e carol deu um risinho .
Rachel : é só essa vadia mesmo pra não se tocar -e todos nós rimos-
Voltamos para as salas e tudo na mesma , e lembra daquela menina estranha da aula de biologia ? ela é um amor de pessoa ela até me pediu desculpas por não ter se apresentado direito , nós tivemos que usar microscópios e laminas mas o pior foi que oque tivemos que olhar era o nosso sangue , tivemos que perfurar de leve a ponta do dedo para saber qual tipo de sangue era o nosso . Na hora da ed. física quando estava indo para o vestiário fui parada pelas abelhas e sua capitã
Eu : Oi blair
Blair : não venha com oi blair , eu não quero que você fique perto do meu namorado
Eu : Quem ? o Zac ? -eu ri como nunca- fala serio ele nunca te deu bola e você fica ai gastando suas energias
Blair : Olha aqui garota , um dia ele vai ser meu você vai ver
Eu : Zac não gosta de garotas mais rodadas que um peão meu amor
Blair : Como disse ?
Professora : Vamos andando meninas !
Blair : Você me paga 
Dessa vez tivemos que fazer 20 flexões e depois 20 voltas no patio fora isso mais nada 
{......}
Rachel : Teve problemas com a abelha rainha foi ?
Eu : NÃO foi nada demais , ela que me provocou
Carol : aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah -veio chegando a carol- garota amei o ''você é mais rodada que peão'' a piranha esta mais enfurecida que a professora de biologia com cólica -nós rimos-
Eu : Bom .. eu tenho que ir , quero chegar mais cedo em casa
Rachel : Isso é pra não ver seu novo papai ?
Eu : Padrasto rachel PADRASTO ! .. e sim eu não quero ter que passar oque eu passei ontem de novo 
Carol : Bom então até amanha , hoje eu não vou poder bater papo com vocês , de tarde  tenho treino
Rachel : é , eu também .. tenho que fazer uns esboços de alguns vestidos para o festival de Shakespeare
Eu : Festival ? mas ainda esta tão longe !
Rachel : Eu sei mas a professora é maluca , ela quer tudo perfeito 
Eu : Bom , então tchau meninas 
Rachel e carol : Tchau Lol 
Esse tal festival de Shakespeare é um bem comum aqui no Canadá , é o dia em que toda a cidade faz uma festa , nessa festa todos estão vestidos como na época de romeu e julieta e tem peças de teatro , musica , barraquinhas de comida e jogos , e o lugar é realmente lindo cheio de rosas e luzes , esse vai ser o meu primeiro festival em que eu vou sozinha os outros eu sempre era o par da minha mãe era muito engraçado as vezes eu me vestia de romeu e ela de julieta ou visse versa , era incrível e perfeito ! mas esse ano eu vou ter que achar um menino que me chame para o festival .
Cheguei em casa e não tinha ninguém , peguei uma lasanha esquentei rápido e subi , tranquei a porta e comecei a fazer meu dever , e ao mesmo tempo comer a minha lasanha  quando terminei Tomei um banho e me joguei na cama . Escutei passos pelo corredor e não eram dos saltos da minha mãe , ele tinha chegado me veio um frio na barriga tremendo .
** : Ei ! 
Eu : aaah -cai da cama- ta maluco Zac ? -zac estava pendurado na arvore que ficava ao lado da minha varanda-
Zac : -ri- Você vai querer mesmo ficar aqui ou vai sair comigo ?
Eu : Claro .. deixa só eu colocar uma roupa 
Zac : Coloque biquini
Eu : pra que ? 
Zac : Confie em mim ? 
{...}
Eu : Vamos ?
Zac : demorou hein ?
Eu : -empurra ele- anda -nós rimos-
Pulamos para a arvore  e depois fomos andando  até chegar no carro dele .
Eu : -peguei meu celular- vamos lá gatão sorria -e ele riu- 
Zac : Doida 
Eu : Eii ! ... só um pouquinho -sorri-
já estávamos no carro a horas , já não tinha mais asfalto e sim estrada de terra aquilo estava me assustando .
Zac : -ri- Não se preocupe eu não vou te matar 
Eu :  ai que alivio -nós rimos- quero saber pra onde você esta me lev..
Perdi as palavras quando vi aquela praia linda e tão solitária
Zac : Vamos ! -descemos do carro-
Começamos a andar pela areia da praia com a água batendo nos meus pés 
Eu : Como você descobriu esse lugar ?
Zac : Meu avo sempre me trazia aqui ai ele morreu e eu continuei vindo pra cá , as vezes venho aqui pra pensar , ou até surfar
Eu : Aqui é realmente muito lindo
Zac : Mas lindo que eu impossível 
Eu : NÃO tanto quanto seu ego e poder de fazer piadas 
Zac : Ei ! -ele fez cara de cachorro que caiu da mudança , oque me fez rir e eu pulei em suas costas-
Ele saiu correndo em direção a água e começou a rir 
Eu : NÃO ZAC , deixa eu tirar a minha roupa
Zac : ok te darei 3 segundos  -ri-
Olhei incrédula 
Zac : 1..
Tirei minha roupa no caminho e nós saímos correndo para o mar , fizemos guerra de água e rimos tanto que eu nem percebi que tinha esquecido completamente meus problemas , tinha esquecido aquele Mark .
So cute. :’)

1 comentários: